ANTES QUE
EU ME ESQUEÇA

Você recorda o que comeu no café da manhã de ontem? Ou mesmo o telefone da casa dos seus pais? Pois é! Não é incomum termos a sensação de que nossa memória está cada dia pior. Pensando nisso, o médico neurologista Leandro Teles lança pela editora Alaúde seu primeiro livro – Antes que eu me esqueça.

A obra explica o processo de gravação e evocação de memórias no cérebro para que possamos vigiar ativamente o funcionamento da nossa mente, criando técnicas e hábitos para melhorar o desempenho cerebral e aperfeiçoar a memória.

Comprar na Amazon
 

Indicado para
diversas fases da vida

O livro tem capítulos dedicados a diferentes momentos da vida. Sobre o envelhecimento, o médico detalha as características normais e as que podem indicar algum problema de saúde, como o Alzheimer. No capítulo com questões típicas da juventude, foca nos estudantes e em como eles podem utilizar a memória para ter um melhor aproveitamento da vida acadêmica e em vestibulares. Além disso, a obra apresenta capítulos mais genéricos sobre o processo de fixação da informação no cérebro, os tipos de memória e ainda sobre como situações especiais – problemas de humor, alterações de sono, estresse excessivo, entre outros – que podem afetar o processo de memorização.

SOBRE O LIVRO

O livro é um verdadeiro guia com dicas práticas para aumentar a capacidade de concentração, facilitar a fixação de dados e melhorar o desempenho da memória. Aliando sua prática diária de consultório à experiência cotidiana de desmistificar os segredos da memória e do cérebro para a população, o Dr. Leandro se dirige ao leitor evidentemente preocupado com o rigor médico da informação, mas sempre traduzindo em linguagem do dia a dia, de forma inteligente e com um humor sutil, a intrincada rede neural onde se formam nossos pensamentos, lembranças e habilidades.

No decorrer de toda a obra, o médico apresenta analogias, exemplos de filmes e outras comparações interessantes para explicar o funcionamento desse complexo sistema. O processo de memorização, por exemplo, é comparado a uma corrida de obstáculos, na qual cabe ao corredor aprender a ler as barreiras. Já o filme Divertidamente é utilizado para exemplificar, de forma lúdica, conceitos de neurologia do aprendizado e do comportamento.



 

O neurologista Leandro Teles (35 anos) é formado pela Faculdade de Medicina da UNIVERSIDADE de SÃO PAULO (USP), especializou-se em Neurologia Clínica com residência médica no Hospital da Clínicas da Universidade de São Paulo (HC-FMUSP). É membro da ACADEMIA BRASILEIRA de NEUROLOGIA (ABN).

Além da atividade clínica na cidade de São Paulo, o neurologista é conhecido por suas participações como entrevistado e consultor de diversos meios de comunicação, tais como programas de televisão, rádio, revistas, sites, blogs e portais direcionados a temas relacionados à Neurologia e comportamento.

AGENDE UMA CONSULTA